Suruba portuguesa

 

Ainda sobre a questão do foro privilegiado. O senador Romero Jucá (PMDB-RR), foi fazer um giro e fez um jirau. “Caju” pediu desculpas por ter usada a “suruba” errada, a “suruba” qual ele se referia era uma música dos Mamonas Assassinas, aquela que diz: “Roda-roda vira, solta a roda e vem; Neste raio de suruba, já me passaram a mão na bunda; E ainda não comi ninguém”. Vá entender político!!!

Luz

O senador José Agripino(DEM-RN), Presidente Nacional do Democratas, depois de uma longa e profunda hibernação, talvez “gripado”, veio sob a luz do “candeeiro”, bradou: “O maior conto do vigário da gestão pública brasileira. Vai ser lembrado por muitos anos como a marca registrada do governo Dilma”.

Impeachment

Alguns inocentes ou mesmo aqueles que querem pegar “morcego” , fazendo uma fila indiana, de menos de meio metro, para usar o bodoque contra o prefeito de Natal, Carlos Eduardo(PDT), quase sempre dão com os burricos n’água. Caso do vereador Sandro Pimentel(Psol), que pediu o impeachment do prefeito e, claro, foi rejeitado por maioria ampla. O impeachment gorou!

Simples: Carlos detém maioria na Câmara Municipal de Natal. Agora, é afinar os clarins e balançar o esqueleto no Carnaval Multicultural.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *