Caricatura

0

Kid Vinil

Kid Vinil, nome artístico de Antônio Carlos Senefonte (Cedral, 10 de março de 1955 – São Paulo, 19 de maio de 2017), foi um cantor, radialista, compositor, apresentador de televisão e jornalista brasileiro. Ficou famoso no rock brasileiro dos anos de 1980, quando foi vocalista das bandas Verminose, Magazine, Kid Vinil e os Heróis do Brasil e Kid Vinil Xperience.

Kid Vinil ficou famoso nos anos 1980 como vocalista do grupo Magazine, com as canções “Tic Tic Nervoso” (de Marcos Serra e Antonio Luiz), “A Gata Comeu”, “Sou Boy” e “Glub Glub No Clube”. No início dos anos 1980, havia tocado na banda Verminose, mais voltada para o punk rock e o rockabilly. Também foi um dos maiores incentivadores do início do movimento punk paulista, organizando shows e tocando músicas de bandas de punk rock e pós-punk em seu programa de rádio.

0

Pepe Mujica

José Alberto Mujica Cordano, conhecido popularmente como Pepe Mujica (Montevidéu, 20 de maio de 1935), é um agricultor e político uruguaio tendo sido Presidente da República Oriental do Uruguai entre 2010 e 2015. Desde que deixou a presidência, em março de 2015, ocupa o cargo de senador.

Mujica teve importante papel no combate à ditadura civil-militar no Uruguai (1973-1985). Na guerrilha, coparticipou de assaltos, sequestros e do episódio conhecido como Tomada de Pando, ocorrido em 8 de outubro de 1969, quando os tupamaros tomaram a delegacia de polícia, o quartel do corpo de bombeiros, a central telefônica e vários bancos da cidade de Pando, situada a 32 quilômetros de Montevidéu. Mujica passou 14 anos na prisão, de onde só saiu no final da ditadura, em 1985.

Já foi deputado, ministro da Pecuária, Agricultura e Pesca e, durante a juventude, militou em atividades de guerrilha, como membro do Movimento de Libertação Nacional-Tupamaros.

Exerceu o cargo de Presidente Pro tempore do MERCOSUL até 12 de julho de 2013.

0

João Vicente

João Vicente de Castro (Rio de Janeiro, 27 de março de 1983) é um publicitário, ator e comediante brasileiro. É um dos idealizadores da produtora de vídeo para internet Porta dos Fundos. É apresentador do programa Papo de Segunda no canal GNT.

Filho da estilista Gilda Midani com Tarso de Castro, um dos fundadores de “O Pasquim” e que morreu em decorrência de alcoolismo antes de completar 50 anossendo, portanto, neto de Múcio de Castro.

João Vicente/Facbook

 

0

Leo Jaime

Leonardo “Leo” Jaime (Goiânia, 23 de abril de 1960) é um ator, cantor, compositor, escritor e jornalista brasileiro.

Leo Jaime participou da formação original do grupo carioca de rockabilly João Penca e Seus Miquinhos Amestrados, e saiu do grupo para seguir carreira solo. Foi Leo Jaime que indicou Cazuza à então nascente banda Barão Vermelho, recusando o posto de vocalista.

Leo Jaime fez muito sucesso na década de 1980, quando emplacou vários hits nas rádios do Brasil, além de fazer trilhas sonoras para filmes e novelas. Seus principais discos solo são Phodas “C”, de 1983 e Sessão da Tarde, lançado em 1985 (que vendeu mais de 160 mil cópias)Lançou Todo Amor em 1995, uma obra de intérprete e Ïnterlúdio, em 2008, com canções inéditas.

Como ator, Léo Jaime atuou na telenovela Bebê a Bordo, de 1988, como Zezinho, nos filmes O Escorpião Escarlate, Rádio Pirata, Rock Estrela e As Sete Vampiras e também no teatro, como no musical Vitor ou Vitória, em São Paulo, ao lado de Marília Pêra e no musical Era no Tempo do Rei, baseado na obra de Ruy Castro, interpretando Dom João VI.

Também escreve para televisão, jornais e revistas. É cronista, foi autor/redator de textos para programas da televisão como Domingão do Faustão e Megatom, na Globo, e comentarista de futebol no SBT. Suas crônicas foram publicadas nos jornais O Globo e O Dia e nas revistas Desfile e Capricho.

Seu último papel na TV foi na telenovela Novo Mundo, mais uma vez interpretando o rei Dom João VI.

www.leojaime.com.br

1

Caricaturando

Joan Baez é compositora e intérprete de música popular estadunidense, nascida em 9 de janeiro de 1941, Staten Island, Nova Iorque.
A carreira profissional de Baez começou em 1959 no “Newport Folk Festival”, onde, com 18 anos, foi a grande revelação. Ela lançou pela Vanguard Records no ano seguinte seu álbum de estréia, “Joan Baez”, uma coleção de baladas tradicionais que vendeu moderadamente bem, chamando a atenção pela qualidade do repertório e por seu talento no violão acústico, aliado a sua bela voz de soprano. O álbum seguinte, “Joan Baez, Vol. 2”, foi lançado em 1961. Ganhou um disco de ouro, o mesmo acontecendo com “Joan Baez in Concert”, de 1962. Com apresentações regulares, Joan Baez tornou-se um fenômeno artístico. Em 1963, já era considerada uma das cantoras mais populares dos Estados Unidos. Em 1964 lança o disco Joan Baez/5, incorporando neste trabalho uma seleção de populares canções folk dos Estados Unidos e da América Latina, com destaque para interpretações de composições dos músicos brasileiros Villa-Lobos e Zé do Norte. Além de folk tradicional e canções de protesto, ajudou a promover Bob Dylan, impressionada com suas composições iniciais e incluindo várias delas em seu repertório. Acabaram tornando-se namorados por um tempo, mas o relacionamento acabou em 1965. Entre seus sucessos históricos desta época, podem ser citados “We shall overcome”, “With God on our side”, “All my trials”, desde o início dos anos 1960 até os dias atuais. Baez é a irmã mais velha de Mimi Farinia, com quem compartilhou a paixão pela composição e sua visibilidade sem remorso como ativista política, embora Farinia fez sem muito alarde e de observação pública como Baez durante o período que ela esteve viva.

1

Karol Conka

Karoline dos Santos de Oliveira (Curitiba, 1 de janeiro de 1987), mais conhecida como Karol Conka, é uma rapper, cantora e compositora brasileira. Considerada uma das principais representantes do Rap feminino dos últimos tempos no país, sendo indicada a “Aposta” no VMB 2011. Começou sua carreira em um concurso escolar, até gravar sua primeira música demo, disponibilizando suas canções em seu myspace oficial e mais tarde fazendo uma parceria com o rapper Projota, na canção “Não Falem!”. Está na gravação do seu primeiro extended play previsto para lançamento em 2012, deste lançando o single “Boa Noite”, que é acompanhado por seu primeiro videoclipe e tem sonoriedade influênciada pela música soul. Atualmente também comanda o programa ‘Superbonita’, Karol Conk, na GNT. 

1

Caricaturando – Dilma Rousseff

Dilma Vana Rousseff, 14 de dezembro de 1947, Belo Horizonte(MG),  é uma economista e política brasileira, filiada no Partido dos Trabalhadores e ex-presidente do Brasil, tendo exercido o cargo de 2011 até seu afastamento por um processo de impeachment em 2016. Sendo a primeira mulher eleita, presidente do Brasil.
0

Mario Vargas Llosa

Jorge Mario Pedro Vargas Llosa, marquês de Vargas Llosa (Arequipa, 28 de março de 1936), é um escritor, jornalista, ensaísta e político peruano, laureado com o Nobel de Literatura de 2010.

Nascido em uma família de classe média, único filho de Ernesto Vargas Maldonado e Dora Llosa Ureta, seus pais separaram-se após cinco meses de casamento. Com isto, o menino não conheceu o pai até os dez anos de idade. Sua primeira infância foi em Cochabamba, na Bolívia, mas no período do governo José Luis Bustamante y Rivera, seu avô obtém um importante cargo político no governo, em Piura, no norte do Peru, e sua mãe retorna ao Peru, para viver naquela cidade.

Em 1946 muda-se para Lima e então conhece seu pai. Os pais reconciliam-se e, durante sua adolescência, a família continuará vivendo ali.

Ao completar 14 anos, ingressa, por vontade paterna, no Colégio Militar Leôncio Prado, em La Perla, como aluno interno, ali permanecendo por dois anos. Essa experiência será o tema do seu primeiro livro – La ciudad y los perros (“A cidade e os cachorros”, em tradução livre), publicado no Brasil como “Batismo de Fogo” e, posteriormente, como A cidade e os cachorros.

0

Caricaturando

Kenard Kruel, maranhense, de São Luis, poeta, jornalista, historiador, escritor, com diversos livros publicados, notadamente na área biográfica, com destaque para a do poeta piauiense Torquato Neto, o ideólogo da Tropicália, que este ano está Cinquentenária. Editor, proprietário da Zodíaco, que criou em 1989 para editar os seus livros e dos amigos. E já se foram mais de 500 títulos editados. No momento, preside o Sindicato dos Escritores no Estado do Piauí, a Associação Piauiense de Imprensa e a Fundação Nacional do Humor.

0

Caricaturando

Marcos Vinicius Fernandes Ferreira

Trabalha na empresa Bebee: Estrategista de Marketing para o Brasil, Maio de 2016 – Atualmente (9 meses) Madrid.
Executivo de conta Estrategista Internacional de Desenvolvimento de Negócios Administração de conteúdo

Trabalha na empresa Museo Reina Sofía. 

Formação Profissional em Desenvolvimento de Produto Em Grupo Colón IECM 2015 – 2015 – Madrid.
Licenciado em Bellas Artes Em Universidad Complutense de Madrid 2010 – 2012 (2 anos) – Madrid.
Licenciado em Educação Artística Em Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) 2002 – 2007 (5 anos) -São Paulo.
Licenciado em Artes Plásticas Em Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) 2002 – 2006 (4 anos) São Paulo


 

0

Mandelando

Nelson Rolihlahla Mandela (Mvezo, 18 de julho de 1918 — Joanesburgo, 5 de dezembro de 2013) foi um advogado, líder rebelde e presidente da África do Sul de 1994 a 1999, considerado como o mais importante líder da África Negra, vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 1993,e pai da moderna nação sul-africana, onde é normalmente referido como Madiba (nome do seu clã) ou “Tata” (Pai).

Mandela passou 27 anos na prisão – inicialmente em Robben Island e, mais tarde, nas prisões de Pollsmoor e Victor Verster. Depois de uma campanha internacional, ele foi libertado em 1990, quando recrudescia a guerra civil em seu país. Em dezembro de 2013, foi revelado pelo The New York Times que a CIA americana foi a força decisiva para a prisão de Mandela em 1962, quando agentes americanos foram empregados para auxiliar as forças de segurança da África do Sul e para localizá-lo. Até 2009, ele havia dedicado 67 anos de sua vida à causa que defendeu como advogado dos direitos humanos e pela qual se tornou prisioneiro de um regime de segregação racial, até ser eleito o primeiro presidente da África do Sul livre. Em sua homenagem, a Organização das Nações Unidas instituiu o Dia Internacional Nelson Mandela no dia de seu nascimento, 18 de julho, como forma de valorizar em todo o mundo a luta pela liberdade, pela justiça e pela democracia.

0

Caricaturando – Pelé

Edson Arantes do Nascimento, conhecido como Pelé (Três Corações, 23 de outubro de 1940), é um ex-futebolista brasileiro que atuava como Meia-Atacante, considerado o maior jogador de futebol da história. Começou sua carreira no Santos aos 16 anos, entrou na Seleção Brasileira de Futebol aos 16, e venceu sua primeira Copa do Mundo de futebol aos 17.

É o maior artilheiro da história da seleção brasileira e o único futebolista a ter feito parte de três equipes campeãs de Copa do Mundo. Em novembro de 2007, a FIFA anunciou sua premiação com a medalha da Copa de 1962 (a qual, devido a uma contusão na segunda partida, teve apenas o primeiro jogo disputado por ele), no qual o jogador Mané Garrincha o substituiu, retroativamente, fazendo dele o único futebolista do mundo a ter três medalhas de Copa do Mundo.

Em 1999, foi eleito o Futebolista do Século pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS, na sua sigla em inglês). No mesmo ano, a revista francesa France Football consultou os ex-vencedores do Ballon D’Or para elegê-lo o Futebolista do Século em primeiro. Em sua carreira, no total, marcou 1281 gols em 1363 partidas, número que fez dele o maior artilheiro da história do futebol.

No Brasil, Pelé é saudado como um herói nacional por suas realizações e contribuições ao futebol. Também é conhecido pelo seu apoio a políticas para melhorar as condições sociais dos pobres, tendo inclusive dedicado seu milésimo gol às crianças pobres brasileiras. Durante sua carreira, foi chamado de Rei do Futebol, Rei Pelé, ou simplesmente Rei. Recebeu o título de Atleta do Século de todos os esportes em 15 de maio de 1981, eleito pelo jornal Francês L’Equipe. No fim de 1999, o Comitê Olímpico Internacional, após uma votação internacional entre todos os Comitês Olímpicos Nacionais associados, elegeu Pelé o “Atleta do Século” e em 2016, pelas mãos do então presidente Thomas Bach, o condecorou com a Ordem Olímpica, a mais alta condecoração oferecida pelo COI. A FIFA também o elegeu, em 2000, numa votação feita por renomados ex-atletas e ex-treinadores como O Jogador de Futebol do Século XX.

0

Caricaturando

Morgan Porterfield Freeman, Jr é um ator, produtor, narrador e diretor de cinema estadunidense.