Caçando Pokémon

pokemon-rodrigo-janot

Pokémon Go

         O jogo de realidade aumentada, nova onda da moda do entretenimento cibernético se espalha mundo afora. Diabo é se os políticos aderirem à moda na busca de votos.

Besteira besta.

         Estão fazendo uma tempestade em copo d’água porque o prefeito Silveira Júnior demitiu Glenda Gadelha, da direção da Escola Paulo Cavalcante de Moura, no Sumaré, Bairro de Mossoró. Ora, o cargo é indicação política e é do prefeito a prerrogativa de nomear e exonerar. Ah! Mas, senhora Glenda é mãe da candidata a vice-prefeita na chapa de Rosalba Ciarlini, adversária do inquilino do Palácio. Justificado duas vezes.
Quando estes cargos deixarem de ser ocupados – o quê uma vergonha que isto ainda aconteça em Mossoró, cidade conhecida por sua lutas libertárias, no entanto, os diretores de escolas públicas continuam encabrestados por políticos- por apadrinhamento, talvez acabe com essas besteira bestas.

Campanha

         Rompe no horizonte de Mossoró, sinais de uma campanha do vale-tudo, desde dedo no olho a chutes nos “países baixos”.

Baixaria

         Por falar em baixaria, a seleção olímpica de futebol masculina é a própria. Não sei se fico alegre vendo Galvão espumando pela boca com raiva do Neymar Jr. ou rio com Ronaldo Cavalão (como dizia Canindé Queiroz) querendo comer o carpete do estúdio, pensando que é grama. Viva Martha.

ABS

       O prefeito Carlos Eduardo quando abre a boca desagrada a gregos e troianos. O prefeito de Natal não tem ABS entre o cérebro e a língua.

Caixa dois

         O Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, costuma dizer que o “Pau que bate em Chico também bate em Francisco”. Será? Ele terá oportunidade de confirmar através da delação de Marcelo Odebrecht onde afirma que doou R$ 23 milhões à sua contabilidade clandestina – Caixa dois-, inclusive realizando depósitos no exterior para José Serra.

           Marcelo disse que em jantar organizado pelo atual Ministro Eliseu Padilha, no Palácio do Jaburu, no ano de 2014, quando Temer ainda ocupava a vice-presidência, teria atendido a um pedido do próprio Michel de R$ 10 milhões para o PMDB, em dinheiro vivo.

 

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *